@denybacellar

Últimas

Aprenda oque os trilhos tem pra te ensinar:

railroad-tracks-23521292901749uK0

Vem.
Pega o trem e vem!
Meu bem.

Anúncios

Tententender part 2;

Eu sou o único que não te entende. 
Você é a única que me faz sorrir.
Ah, me diz, você entende o mundo?
Ah, eu não te entendo. 
Putz, me dei conta de quão feliz posso ser. 
Putz, eu me dei conta que eu posso te fazer feliz.
Não vou mentir mais. Eu sei que você está cansada de mentiras.
Talvez você esteja cansada de não (me) entender. 
A dúvida ainda te faz duvidar? Ainda te faz acreditar?
Em que mesmo você acredita? Em quem mesmo você acredita?
Não mais em mim, não mais em nós? 
Ah.
Você não me entende.
Ah.
Eu posso não entender você também.
Mas eu poderia te falar que a semana passada foi diferente,
várias coisas me surpreenderam, me tiraram o ar. 
Que eu aprendi tantas coisas em um dia só, uma verdade só.
Você acreditaria se eu te contasse? Você entenderia? 
Talvez. (não) 

Tententender;

Parei de mentir já faz algum tempo.
Parei de dizer a verdade há um bom tempo.
Parei de fazer sentido também.
Daí tu para.  Não lê direito.
Na verdade, nem presta atenção noque está escrito por falta de tempo.
Ou talvez por querer argumentar alguma coisa de forma rápida,
tu acaba nem entendendo oque eu quis dizer.
Na verdade eu não sou de confundir ninguém.
A mentira é que eu mesmo me confundo ao tentar explicar a confusão.
Tudo se torna complicado.
Dizem que eu mesmo me torno complicado.
Qualquer relacionamento seja ele bom ou ruim, se torna muito complicado.
A verdade, é que eu não tenho nada a ver com isso.
E a mentira, é que eu sou quem provoca tudo isso.
Certo dia me disseram que a dúvida nos alimenta.
Certo dia me disseram que a dúvida nos faz crescer.
Certo dia me disseram que a dúvida é uma coisa pra se duvidar.
A verdade, é que estou crescendo e me sentindo muito mal com isso.
A mentira, é que eu nem duvido. É que talvez eu nem acredite.
Eu sou daqueles que não entende nada, e ao mesmo tempo entende tudo.
Sou apenas mais um que não entende o mundo.
Eu sou o único que me entende.

qualé a tua vida? surpresa:

Quase todo dia estou me perguntando: “qualé a tua vida?”
Também fico preocupado por não ter mais oque fazer.
Eu digo isto, porque abandonei toda uma rotina.
Rotina essa que estava me consumindo aos poucos.
Hoje de fato estou mais feliz, por todos os cantos e lados.
Mas ainda não estou me dando conta direito do que está acontecendo.
Não conto pra não gerar uma tremenda discussão ou coisa do tipo.
Reencontrei algo, a qual eu achava que tinha perdido a uns oito meses atrás.
Reencontrei algo, no qual me faz tão bem.
Reencontrei algo, que parece ser correspondido sabe!?
Tenho de volta algo oque escorregou entre meus dedos há um tempo atrás.

sem sentido, muito menos explicação:

Eu sei, sou aquele que vai te falar que não quer te perder.
Que tudo oque eu sinto é só por você.
Que quando eu fecho meus olhos, tudo oque eu consigo ver é apenas você.
Então me diz qualé que é!
Vamos ver o mundo como ele é?
Ou vamos tentar. Não posso esperar.
Aprendi oque tu nunca me disse.
Descobri oque eu nunca lhe disse.
Amor.

estamos todos por um triz:

Quantas vezes eu te procurei, e encontrei alguém no meu lugar?
Na tua cabeça, todos mereciam e eu não. (eu não?)
Na minha cabeça, era a tua cabeça conforme a minha interpretação.
Tu nunca me disse nada.
Na minha cabeça: eu vou ver tua imagem na tv!
Na minha cabeça: tu vai ouvir minha voz no rádio.
Na tua cabeça: eu não sei.
Eu preciso de férias pra tua cabeça!

Vou te segurar o quanto eu puder.
Vou te prender o quanto eu puder.
Não vou te soltar, até tu me pedir pra ir embora.

no alto dos meus dezoito anos:

Fecho meus olhos, tento morrer em pensamentos.
Sigo numa linha bem intensa dum futuro que nem eu sei como vai ser.
Sigo em linhas bem vívidas e com poucos feitos.
Eu nem sigo nada!
Ainda vou achar um jeito de me esconder.
Male má, sei direito quem sou.
Ou oque fiz.
Ou oque tentei fazer.

Tem vezes que eu penso em desistir.
Tem vezes que eu penso em insistir.
Há dias que eu aprendo todos os testes,
e todos os ensinamentos da minha própria existência.
E tem dias que eu esqueço de tudo isso.