@denybacellar

no alto dos meus dezoito anos:

Fecho meus olhos, tento morrer em pensamentos.
Sigo numa linha bem intensa dum futuro que nem eu sei como vai ser.
Sigo em linhas bem vívidas e com poucos feitos.
Eu nem sigo nada!
Ainda vou achar um jeito de me esconder.
Male má, sei direito quem sou.
Ou oque fiz.
Ou oque tentei fazer.

Tem vezes que eu penso em desistir.
Tem vezes que eu penso em insistir.
Há dias que eu aprendo todos os testes,
e todos os ensinamentos da minha própria existência.
E tem dias que eu esqueço de tudo isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s